Patrícia Matos: “De manhã, as pessoas querem saber; à noite, querem entender. É essa a diferença, é esse o desafio”

Li que iniciou carreira nas rádios locais… Comecei numa rádio local a fazer um programa da escola que se chamava “Letras Sonoras”. Na altura, andava no 6º ano e fazia o programa com um professor que dinamizava um grupo de teatro. Era um professor de História, um homem cego e foi das maiores referências da